O Clube

Um novo visual para o mesmo site

Este site do Clube Português de Imprensa (CPI) apresenta-se hoje com novo visual, desenhado pelo autor do projecto gráfico original , o professor e webdesigner Nuno Palma.
Trata-se de um passo importante para o CPI, que lançou este espaço digital em novembro de 2016, com o objectivo de ser um veículo inovador na divulgação das actividades do Clube e, ao mesmo tempo, um fórum noticioso e de debate de ideias sobre jornalismo, jornalistas e media.

Como assinalámos em notas anteriores, o crescimento constante do número de visitantes regulares, tanto nacionais, como oriundos de vários pontos do globo, designadamente, dos países lusófonos, conforme os registos do Google Analytics , tem constituído não só o reconhecimento público do trabalho desenvolvido, como a prova de que estamos a preencher uma lacuna há muito existente em Portugal.

De facto, a juntar à evidente crise de associativismo no sector, tem-se verificado uma continuada apatia em relação aos problemas dos media e do exercício do jornalismo, ao contrário do que se observa fora de portas, a começar pela vizinha Espanha, onde os temas relacionados com a defesa da liberdade de Imprensa e da sua aplicação prática são abordados e tratados com relevo interessado.

Note-se que tanto em Espanha, como no Brasil, para citarmos apenas dois países que nos são próximos – no primeiro caso pela geografia e no segundo pela língua -, há um pujante associativismo. representado por instituições com as quais mantemos, aliás, parcerias que muito têm contribuído para o debate das transformações que têm ocorrido no espaço mediático.

Ao entrar numa nova fase, esperamos recolher ecos daqueles que nos acompanham e conquistar outros que venham a segui-nos.

É essa a vocação e a expectativa que procuramos cultivar no CPI.

A Direcção 

Ler mais

Opinião

Dinis de Abreu

O meio século do “Expresso”

O “Expresso” completou recentemente meio século de vida. É uma proeza assinalável. Desde a sua fundação, num acto corajoso e idealista de Francisco Balsemão, a sociedade portuguesa mudou muito. E o jornal, nascido semanário e que semanário continua - apesar de algumas tentações pelo...

Ler mais

Francisco Sarsfield Cabral

A onda de casos e o jornalismo

Uma onda de casos marcou o Governo de António Costa em 2022. O último e um dos mais graves casos, envolvendo uma indemnização da TAP de meio milhão de euros, prolonga-se por 2023.

Ler mais

José Luís Ramos Pinheiro

O “Expresso”, o Capitólio e os tumultos de Brasília

Os 50 anos do Expresso e as suas merecidas comemorações representam muito mais do que uma justíssima homenagem ao seu fundador, Francisco Pinto Balsemão, e a todos os que nele trabalharam ou trabalham. A liberdade de expressão e a liberdade de imprensa são mais frágeis do que se julga e...

Ler mais

Manuel Falcão

A evolução do digital na mídia

No passado dia 6 o Reuters Institute for Journalism, que funciona em ligação com a Universidade de Oxford, publicou o seu relatório anual, essencialmente focado na situação da indústria de mídia, as principais tendências que se desenham e os desafios que se colocam.

Ler mais

Breves

Renascença despede

O grupo Renascença Multimédia está a “preparar um novo modelo para o canal Renascença”, que implica saídas de pessoas, cujas funções “já não se adaptam à estratégia definida”. A...

Ler mais

Morreu António Amorim

Antigo director de informação da Lusa, António Amorim morreu, no domingo, aos 78 anos. Foi director de informação daquela agência portuguesa de notícias, entre 1994 e 1996, e delegado no Norte...

Ler mais

Agenda

Publicações de luxo crescem em tempo de crise

Nenhum sector do negócio dos media é à prova de recessão. No entanto, com uma possível recessão à vista e com uma crise do aumento do custo de vida já em andamento, o Times, criou em Novembro, um canal dedicado ao luxo no seu site. Justificou a iniciativa com a necessidade de satisfazer a...

Ler mais

Colectânea

O que há de novo

Tecnologia

Aconteceu



Cartoons do ano - World Press Cartoon





Foto do ano - World Press Photo


Amber Bracken para o The New York Times