Para além da versão impressa, a revista tem, também, o seu espaço digital, onde serão incluídas quatro obras clássicas “sob uma perspectiva de direita”.

No entanto, “nós não estamos propriamente a ser, nem queremos ser, o braço intelectual de nenhuma força política, mas queremos, no campo das ideias, apresentar ideias e combater outras ideias", referiu o historiador.