Antes de mais, Mark Frankel considera importante que os jornalistas sejam selectivos e perspicazes, já que alguns grupos estão muito mais interessados em conspirações do que em factos. 


É, também, essencial que os jornalistas sejam transparentes quanto às suas intenções e que consigam criar laços de confiança com os restantes membros dos fóruns.


A verificação de factos é, também, crucial. Antes escreverem sobre qualquer “post” específico, os repórteres deverão analisar os comentários para verificar se há algo alarmante a ser referido.


No caso das imagens e dos vídeos, é importante utilizar ferramentas digitais que permitam inspeccioná-los.


Finalmente, se o jornalista conseguir escrever uma história, usando testemunho/conteúdo retirado directamente de um grupo ou comunidade, é uma boa ideia voltar a esse fórum para partilhar a peça. Isto dará mais legitimidade à sua participação e ajudará a construir mais confiança para futuras contribuições.


Leia o estudo original em Reuters Institute