A aplicação da Tencent “utiliza um sistema muito simples: publica todos os meses um resumo com os dez boatos principais que circulam na plataforma. Além disso, essas notícias ficam etiquetadas como ‘boato’, algo que é semelhante ao que o Facebook fez em determinada altura”. (...) 

Mas a empresa foi mais longe, com uma conta denominada “Filtro de Boatos”, que dispõe de uma aplicação chamada “Assistente para fazer o Desmentido de Boatos no WeChat”. 

“Segundo dados da própria empresa, utlilizam-no diariamente 300 mil pessoas, e mostra todos os artigos que foram desmentidos, quase em tempo real. Dispõe de um motor de busca que permite, além disso, comprovar se existem notícias desmentidas com referência a um termo em particular. E numa opção chamada “A meu respeito” reunem-se todas as mentiras que o utente leu ou partilhou, bem como ligações aos desmentidos (e ao do perfil dos verificadores).” 

“O WeChat tem mais de 800 pessoas ocupadas a comprovar as notícias que circulam na plataforma, e conta com a colaboração de 289 instituições, cinco meios de comunicação e 32 gabinetes locais de assuntos digitais.” (...) 


Mais informação na notícia citada, em Media-tics