O secretário-geral dos Repórteres sem Fronteiras, Christophe Deloire, considerou o regulamento como “um grande passo em frente” e realçou “o desejo de garantir a integridade da informação”. No entanto, a European Magazine Media Association (EMMA) e a European Newspaper Publishers' Association (ENPA) consideram que esta medida viola a “a liberdade de investir e gerir um negócio”. Como tal, Van Jourova afirmou que esta será uma “batalha difícil”, pela vontade que alguns Estados-Membros revelam em poder influenciar os média.