Embora a empresa tenha garantido que todos estão a contribuir para a sobrevivência financeira da Grupo, Jim Mullen, o director executivo, e Simon Fuller, o director financeiro, receberam quase 300 mil libras de “bónus” relativo a 2019, no final do mês passado.


Apesar da dispensa, temporária, de grande parte da força trabalhadora, o director executivo do Grupo garantiu que "todas as principais publicações nacionais e regionais continuarão a funcionar neste momento vital”.