Quarta-feira, 19 de Junho, 2019

  

Google e Facebook apoiam Imprensa local

Media Galeria

A iniciativa é paradoxal, pelo menos. Depois de serem  responsáveis principais pela crise da Imprensa local nos EUA  - absorvendo as suas receitas publicitárias -  o Facebook e a Google manifestam agora interesse em apoiar os jornais regionais.

Em Janeiro de 2018, Mark Zuckerberg declarava, na rede social,  que o Facebook ia “mostrar mais artigos provenientes da sua cidade”  - dirigindo-se aos leitores locais. Mas, um ano mais tarde, os conteúdos que iriam supostamente alimentar a secção Today In, lançada para este efeito, continuam em falta em muitas cidades americanas.

O problema é que “um em cada três utentes vive num sítio onde não encontramos informação local suficiente para lançar a Today In”  - como lamenta agora o mesmo Facebook, num comunicado de 18 de Março.

Novo "Canal 11" de futebol prescinde de Carlos Daniel

Media Galeria

A sede do novo Canal 11, com os seus estúdios e restantes equipamentos técnicos, vai ser financiada na íntegra pela UEFA, ao abrigo do programa HatTrick, criado para apoio de projectos das federações nacionais. O edifício, ainda em construção na Cidade do Futebol, em Oeiras, teve avaliação positiva  e foi aprovado por unanimidade, como afirmou Karl-Erik Nilsson, vice-presidente daquele organismo.

Entretanto, o jornalista Carlos Daniel, que estava a colaborar no lançamento do novo canal, vai deixar o projecto da FPF para regressar à RTP.

EUA e China dominam o "top ten" da publicidade digital

Media Galeria

Dez grandes empresas absorvem a quase totalidade da publicidade digital que se faz no planeta. Quando se diz isto, não pensamos em dez mas em duas, Google e Facebook  - e não andamos longe da verdade -  mas também é certo que este “top ten” tem mais figurantes, alguns ainda numa posição de emergentes  - mas provenientes da China. Estes começam agora a despontar num ecossistema digital que foi, durante duas décadas, dirigido por empresas norte-americanas.

Para esclarecer a situação, esta dezena de gigantes tecnológicas recolhe 75% do investimento publicitário digital, que sobe a quase 255 mil milhões de dólares: a Google fica com 103.000 milhões e o Facebook com 67.000. Mas quem aparece a ocupar o terceiro lugar no pódio, em 2019, é a chinesa Alibaba, com 29 mil milhões.

Este é também o ano em que o sector publicitário digital passa à tangente acima da publicidade tradicional, com 50,1% contra 49,9%. Os dados são da eMerketeer, aqui citada de Media-tics.

"Les Echos" aposta tudo nas assinaturas digitais

Media Galeria

O diário francês Les Echos renovou a apresentação do seu site, de modo a proporcionar uma consulta mais rápida e confortável.
A direcção aposta neste espaço por bom motivo: mais de 80% da sua audiência total lê a edição online, enquanto as vendas por exemplar continuam em queda, com menos 17% no espaço do último ano.

“É este o sentido da história”  - comenta Pierre Louette, administrador do Grupo Les Echos – Le Parisien, lembrando que o número dos assinantes digitais de Les Echos (48 mil no final de Março deste ano) ultrapassou em 2018 o da edição impressa (41 mil). Como termo de comparação, Le Monde tinha 158 mil assinantes digitais em Janeiro, Mediapart 150 mil e Le Figaro 110 mil.

Esta subida permitiu ao diário de informação económica compensar o recuo das vendas nos quiosques, tendo a circulação aumentado durante os últimos oito anos, até chegar aos 129 mil exemplares em Janeiro de 2019.

"The Guardian" quer dois milhões de assinantes

Media Galeria

Depois de três anos de esforço, em que os custos foram reduzidos, a receita aumentou e a marca do milhão de leitores contribuintes (somando os da edição online e da impressa) foi alcançada, o diário britânico The Guardian aponta agora para chegar aos dois milhões em período semelhante de tempo. Numa mensagem por e-mail, dirigida a todos os trabalhadores da casa, a directora, Katharine Viner, e o administrador executivo, David Pemsel, afirmam o propósito de “atrair dois milhões de pessoas para o sustento financeiro de The Guardian no final do ano do nosso 200º aniversário, em 2022”.

A mensagem não confirma se a Guardian News and Media, a “empresa-mãe” tanto do Guardian como do Observer, conseguiu chegar ao lucro operacional no ano financeiro de 2018-2019, mas diz que se mantém no caminho do ponto de equilíbrio, e que os números serão anunciados no final de Abril.

"Visão" lança revistas especiais com Biografias

Media Galeria

A revista Visão acrescentou um novo produto à sua família de publicações, criando a Visão Biografia, uma revista trianual para “dar a conhecer a fundo a vida e obra de grandes figuras portuguesas ou internacionais”.

O nome destacado pelo primeiro número é o de Leonardo da Vinci, aproveitando a efeméride dos 500 anos da sua morte. A revista tem lombada colada, 132 páginas em papel melhorado e é vendida ao preço de 4,90 euros.

Esta primeira edição tem uma tiragem de 18 mil exemplares.

Sete debates no CCB sobre o Futuro do Jornalismo

Media Galeria

O futuro do jornalismo português vai estar em foco em dois dias de debates organizados pela Fundação Centro Cultural de Belém, no fim-de-semana de 6 e 7 de Abril. Segundo o texto de apresentação, este ciclo, intitulado Sete vidas – Sete Debates - O Futuro do Jornalismo  “juntará jornalistas, académicos, políticos e figuras respeitadas da sociedade civil, em torno de um conjunto de temas que, afinal, dizem respeito a todos os cidadãos, comunidades e territórios”.

“É uma discussão oportuna e necessária, num tempo de fake news e populismo, que ameaçam a democracia e a liberdade.”

Este conjunto de sessões será depois tornado acessível, contribuindo para a difusão de “uma discussão séria sobre um tema essencial para o Futuro”.

Retaliações contra jornalistas dos “Panama Papers”

Media Galeria

Três anos depois da divulgação dos Panama Papers, alguma coisa aconteceu. Houve demissões de responsáveis políticos em 8% dos países apontados, e num terço deles houve ainda pelo menos uma instância de processo levantado contra uma pessoa ou empresa implicada no escândalo. Quase metade tomaram medidas subsequentes de investigação e inquérito.

Mas também vimos o efeito de ricochete. Houve medidas de retaliação contra jornalistas que tinham participado no esforço de investigação cooperativa em 17% desses países, sobretudo aqueles em que a liberdade de Imprensa já era fraca. Um caso conhecido é o do assassínio da jornalista Daphne Caruana Galizia, de Malta, em Outubro de 2017; e outro o do eslovaco Jan Kuciak, em Fevereiro de 2018.

A informação é de um estudo agora divulgado pelo Instituto Reuters, considerado “a primeira avaliação abrangente dos impactos de uma colaboração global de reportagem”.

« ... 4  5  6  7  8  9  10  11  12  ... »
  
PESQUISA AVANÇADA
PESQUISAR POR DATA
PESQUISAR POR CATEGORIA
PESQUISAR POR PALAVRA-CHAVE

O Clube


Lançado em Novembro de 2015, este site tem vindo a conquistar uma audiência crescente, traduzida no número de visitantes e de sessões e do tempo médio despendido. É reconfortante e  encorajador, para um projecto concebido para ser um espaço de informação e de reflexão sobre os problemas que se colocam, de uma forma cada vez mais aguda, ao jornalismo e aos  media.

Observa-se , aliás, ressalvadas as excepções , que a problemática dos media , desde a precariedade  dos seus quadros às incertezas do futuro -  quer no plano tecnológico  quer no editorial - , raramente  constitui  tema de debate  nas páginas dos jornais, e menos ainda nas  suas versões  online ou nos audiovisuais. É um assunto quase tabú.


ver mais >
Opinião
Sejam de direita ou de esquerda, há uma verdadeira inflação de políticos no activo - ou supostamente retirados - ,  “vestidos” de comentadores residentes nas televisões, com farto proveito. Alguns deles acumulam mesmo os “plateaux” com os microfones  da rádio ou as colunas de jornais, demonstrando  uma invejável capacidade de desdobramento. O objectivo comum a todos é, naturalmente,  pastorearem...
Ao longo do último ano os jornais britânicos The Times e The Sunday Times têm desenvolvido esforços consideráveis para conseguir manter os assinantes digitais que foram angariando ao longo do tempo. A renovação das assinaturas digitais é uma das crónicas dores de cabeça que os editores de publicações enfrentam, tanto mais que estudos recentes comprovam que uma sólida base de assinantes e leitores...
“Fake news”, ontem e hoje
Francisco Sarsfield Cabral
Lançar notícias falsas sobre adversários políticos ou outros existe há séculos. Mas a internet deu às mentiras uma capacidade de difusão nunca antes vista.  Divulgar no espaço público notícias falsas (“fake news”) é hoje um problema que, com razão, preocupa muita gente. Mas não se pode considerar que este seja um problema novo. Claro que a internet e as redes sociais proporcionam...