Quinta-feira, 17 de Janeiro, 2019

  

… e consolidam-se os lucros da Impresa

Media Galeria

Nos primeiros nove meses de 2018 a Impresa apresentou lucros na ordem dos 1,4 milhões de euros, registando uma melhoria no EBITDA, de 52,4% relativamente ao período homólogo no ano anterior. Os lucros obtidos pelo Grupo mostram que há “uma forte melhoria face ao período homólogo de 2017, no qual o resultado líquido foi negativo em 165 mil euros”.

Mas os resultados do período compreendido entre os meses de Janeiro a Setembro, comparativamente com o período homólogo, foram preparados "expurgando os rendimentos e gastos que se estima serem imputáveis ao portfólio de revistas alienado em 2018 e considerando impacto da IFRS 15 e da IFRS 9, como se tivessem sido aplicadas em 2017".

“Newsletters” personalizadas para conquistar assinantes

Media Galeria

The Wall Street Journal é um dos grandes jornais norte-americanos que investiram na newsletter como principal meio de contacto com os seus leitores e estão a colher os frutos dessa aposta. A lógica desta via é que chega directamente àquela porta que todo o utente não deixa de abrir: a do seu correio electrónico pessoal. A partir daí, ou esse boletim diário está realmente muito bem concebido e se torna irresistível para o destinatário, ou é pesado, adormece na corrente e vai sendo esquecido.

No princípio deste ano, o jornal renovou a equipa responsável e mudou muita coisa: havia 126 boletins diferentes, foram reduzidos a 40, mais afinados no sentido da personalização dos conteúdos e na possibilidade de resposta por parte do utente. A informação passou também a aparecer actualizada, em tempo real, no momento em que o leitor abre o seu boletim (por exemplo, as cotações da bolsa são as que estão a acontecer, não as da hora de emissão do texto).

Os resultados são visíveis, incluindo na conquista de novos assinantes, que acabam por preferir a fonte original das notícias ao portal do Facebook. Com a vantagem de que, neste tráfego, o dono dos dados continua a ser o jornal.

“The Guardian” pede aos leitores que paguem sendo grátis

Media Galeria

O diário britânico The Guardian já recolhe 12% da sua receita directamente dos leitores e espera atingir em breve os 20%. Este financiamento chega de duas maneiras: ou a tradicional, na forma de uma assinatura regular, ou a de contribuições pontuais. Qualquer pessoa que consulte este jornal já encontrou mais do que uma vez, no final de uma notícia, a expressão  - Since you’re here... (Já que está aqui...). Segue-se uma nota sobre a independência que a empresa cultiva e o facto de manter a edição em sinal aberto, grátis, sem paywall. Depois propõe ao leitor que, se gosta do jornal e deseja apoiá-lo, contribua com um euro.

Esta política de franqueza já conseguiu atingir 900 mil apoiantes, de um ou de outro modo. Sendo um jornal prestigiado em língua inglesa, o seu público-alvo encontra-se em todos os continentes. Segundo a notícia que citamos, as assinaturas e contribuições regulares são mais frequentes no Reino Unido e na Austrália, as doações pontuais nos EUA. Os contribuintes da Austrália e dos países escandinavos são os mais generosos. A média é de cinco libras por mês (pouco mais de seis euros).

Nova revista aposta nas letras e na língua espanhola

Media Galeria

Foi lançada em Espanha uma nova revista de letras, assumindo como tema principal a própria língua espanhola. Tendo como fundador e director o jornalista Arsenio Escolar, Archiletras será, como afirma no seu primeiro número, “um meio sobre a língua espanhola, o castelhano, articulado em três diferentes formatos e periodicidades: um site web, uma revista trimestral de divulgação e uma revista semestral científica, que será lançada nos próximos meses”.

Arsenio Escolar sublinha a importância de serem já quase 600 milhões, em todo o mundo, os falantes de castelhano, e procura, com este novo projecto, chegar a todos os públicos, “especialmente aqueles colectivos que têm a língua como sua matéria profissional (professores de espanhol como língua materna, filólogos, linguistas, tradutores, editores, etc.) ou como uma das suas principais ferramentas profissionais: jornalistas, escritores, locutores, publicistas, sociólogos, politólogos ou advogados.” (...)

A notícia é acompanhada por uma entrevista no site da Asociación de la Prensa de Madrid, com a qual mantemos um acordo de parceria.

ERC angolana preside a Plataforma da CPLP

Media Galeria

Sucedendo a Moçambique, a Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (ERCA), assumiu a presidência da Plataforma das Entidades Reguladoras (PER) da Comunicação dos Países e Territórios de Língua Portuguesa, para o próximo mandato de um ano. Adelino Marques de Almeida da ERCA, actual presidente PER, referiu que terá uma "dupla responsabilidade", tendo em conta as dificuldades que enfrenta do ponto de vista das instalações.

Mostra de Cinema sobre fotógrafos na Casa da Imprensa

Media Galeria

A Casa da Imprensa vai realizar no Cinema Ideal, ao Chiado, entre 1 e 7 de Novembro, uma Mostra de Cinema com seis filmes sobre fotógrafos e a anteestreia de outro  - a adaptação do livro “Mais um Dia de Vida”, do repórter de guerra Ryszard Kapuscinski.
Haverá duas sessões diárias, às 15h.45 e às 19h.15, para ver filmes sobre Robert Frank, Gérard Castello-Lopes, Robert Mapplethorpe, Robert Doisneau, Vivian Maier e Sebastião Salgado. No dia 5 de Novembro estarão presentes o realizador Raúl de la Fuente e a produtora Amaia Remírez, na anteestreia em Portugal do seu “Mais Um Dia de Vida”.  

Facebook multado pela fuga dos dados pessoais

Media Galeria

O Facebook vai pagar 500 mil libras (cerca de 565 mil euros) por ter permitido a violação das leis sobre a protecção de dados pessoais, por meio da empresa Cambridge Analytica. A aplicação desta multa foi anunciada pelo Information Commissioner’s Office (ICO), a entidade britânica que supervisiona o cumprimento dessas leis. O valor da multa é o mais alto que podia ser aplicado, tendo a Comissária de Informação do ICO, Elizabeth Denham, advertido que teria sido muito mais alto se já estivessem em vigor as novas regras do Regulamento Geral sobre a Protecção de Dados.

O escândalo atingiu o Facebook no mês de Março, quando se descobriu que a consultora britânica Cambridge Analytica (que encerrou em Maio) usou uma aplicação de recolha de informações pessoais de 87 milhões de utentes daquela rede social, que vieram depois a ser empregues na campanha presidencial  de 2016  - que levou Donald Trump à Presidência dos Estados Unidos.

Programa da RTP "Prós-e-contras" em reexame

Media Galeria

Maria Flor Pedroso, a nova responsável pela informação do canal público, está perto de um acordo com a administração para reverter a decisão que tinha sido tomada em Setembro de parar a emissão do programa ‘Prós e Contras’.

De acordo com o CM online o fim do formato - há mais de 16 anos em antena - estava previsto para 17 de Dezembro, e terá sido decidido por Gonçalo Reis, presidente da RTP, Paulo Dentinho, anterior director de Informação, e José Fragoso, director de programas.

« ... 4  5  6  7  8  9  10  11  12  ... »
  
PESQUISA AVANÇADA
PESQUISAR POR DATA
PESQUISAR POR CATEGORIA
PESQUISAR POR PALAVRA-CHAVE

O Clube

O Novo Ano não se antevê fácil para os media e para o jornalismo.

Sobram os indicadores pessimistas, nos jornais, com a queda acentuada de  vendas,  e nas televisões, temáticas ou generalistas, com audiências degradadas e uma tendência em ambos os casos para a tabloidização, como forma  já desesperada de fidelização de  leitores e espectadores, atraídos por outras fontes de informação e de entretenimento.


ver mais >
Opinião
Sobre a liberdade de expressão em Portugal
Francisco Sarsfield Cabral
O caso da participação num programa matinal da TVI de um racista, já condenado e tendo cumprido pena de prisão, Mário Machado, suscitou polémica. Ainda bem, porque as questões em causa são importantes. Mas, como é costume, o debate rapidamente derivou para um confronto entre a esquerda indignada por se ter dado tempo de antena a um criminoso fascista e a direita defendendo a liberdade de expressão e a dualidade de...
O panorama dos media
Manuel Falcão
Se olharmos para o top dos programas mais vistos na televisão generalista em 2018 vemos um claro domínio das transmissões desportivas, seguidas a grande distância pelos reality shows e, ainda mais para trás, pelas telenovelas. No entanto as transmissões televisivas produzem apenas picos de audiência e contribuem relativamente pouco para as médias e para planos continuados. O dilema das televisões generalistas está na...
Informar ou depender…
Dinis de Abreu
O título deste texto corresponde a um livro publicado nos anos 70 por Francisco Balsemão, numa altura em que já se ‘contavam espingardas’ para pôr termo ao Estado Novo, como veio a acontecer com o derrube de Marcello Caetano, em 25 de Abril de 74.  A obra foi polémica à época e justamente considerada um ‘grito de alma’, assinada por quem começara a sua vida profissional num jornal controlado pela família...
Há, na ideia de uma comunicação social estatizada ou ajudada pelo governo, uma contradição incontornável: como pode a imprensa depender da entidade que mais se queixa da imprensa? Uma parte da comunicação social portuguesa – televisão, rádio, imprensa escrita — é deficitária, está endividada e admite “problemas de tesouraria”. Mas acima desse, há outro problema, mais grave:...
O jornalismo estará a render-se à subjetividade, rainha e senhora de certas redes sociais. As ‘fake news’ e o futuro dos media foram dos temas mais falados na edição de 2018, da Web Summit. Usadas como arma de arremesso político e de intoxicação, as notícias falsas são uma praga. Invadem o espaço público, distorcem os factos, desviam a atenção, comprometem a reflexão. E pelo caminho...