Quinta-feira, 22 de Outubro, 2020

  

O site vai de férias até 29 de Agosto

O Clube

Este site acompanha a tendência da época e vai de férias durante o mês de Agosto, reaparecendo a 29, com regularidade, sem prejuízo de actualizações pontuais que vierem a revelar-se necessárias.

Lançado em Novembro do ano passado, o site do Clube Português de Imprensa procurou, desde o inicio, não ser apenas um espaço institucional reservado às actividades do Clube, mas alargar o seu âmbito e oferecer aos visitantes, jornalistas ou não,  uma informação objectiva sobre os media e uma opinião sustentada sobre o jornalismo e os acontecimentos  que são a sua razão de ser.

Um site apostado em crescer

O Clube

Em menos de um ano, este site do Clube Português de Imprensa tem granjeado, de uma forma consistente, mais visitantes, mais páginas lidas, mais tempo de permanência em cada contacto. É uma realidade que nos reconforta.

Este espaço não se limita a fazer eco das actividades prosseguidas pelo Clube, numa lógica puramente institucional. Vai mais longe. Quer ser um ponto de encontro para uma reflexão sobre os grandes temas que ilustram hoje as preocupações de quem acompanha de perto os media, escritos ou audiovisuais, sejam jornalistas, estudantes ou académicos empenhados nas Ciências de Comunicação.  

O historiador Rui Ramos é convidado no ciclo de jantares-debate

O Clube Galeria

Está confirmado para 28 de Junho o próximo jantar-debate promovido pelo Clube Português de Imprensa, em parceria com o Centro Nacional de Cultura e o Grémio Literário, subordinado ao tema “Que Portugal queremos ser, que Portugal vamos ter?, tendo o historiador Rui Ramos como orador convidado.

Polémico e frontal, é um dos mais activos protagonistas de uma nova geração que se tem afirmado pela qualidade da sua intervenção no espaço público, sem concessões a tendências seguidas como moda e avesso, por natureza, ao politicamente correcto.

De acordo com a sua biografia pública, Rui Manuel Monteiro Lopes Ramos nasceu em Torres Vedras, em 1962,  e licenciou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, em 1985, onde teve uma breve passagem como assistente estagiário.  

Juri do Prémio Helena Vaz da Silva reúne em Junho

O Clube

O CNC – Centro Nacional de Cultura,  o Clube Português de Imprensa e a Europa Nostra voltam a instituir este ano o Prémio Europeu Helena Vaz da Silva para a Divulgação do Património Cultural.

O Prémio é atribuído a uma personalidade europeia que, ao longo da sua carreira, se tenha distinguido pela sua actividade de divulgação, defesa e promoção do Património Cultural Europeu, nomeadamente,  através de obras literárias, peças jornalísticas, artigos, crónicas, fotos, séries documentais, filmes e programas de rádio e/ou de televisão publicados ou emitidos nos diversos media.

Um Presidente fundador do CPI

O Clube Galeria

Formalizado em 1980, o Clube Português de Imprensa tem entre os seus fundadores o  novo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. São dele, aliás, os Estatutos pelos quais esta Associação  ainda hoje se rege.
Marcelo Rebelo de Sousa integrou o Conselho Directivo do Clube nos primeiro Corpos Sociais eleitos, ao lado de   Dinis de Abreu, Carlos Barbosa, Nuno Rocha,  e Diogo Pires Aurélio. 

Um compromisso do Clube

O Clube

Este site do Clube Português de Imprensa (CPI), lançado em Novembro, alcançou já um reconfortante acolhimento, a julgar pelo número de visitas registadas desde o seu aparecimento.

Um dos aspectos mais estimulantes para este nosso trabalho é verificar que há uma crescente fidelização, a par de uma elevada percentagem de novos contactos.

Assembleia Geral do CPI aprova Contas e elege novos Corpos Sociais

O Clube

Realizou-se a 22 de Dezembro a Assembleia Geral do CPI – Clube Português de Imprensa, que aprovou o Relatório e Contas referente a 2014 e elegeu os Corpos Sociais para o próximo triénio. 

UM PASSO PROMETIDO

O Clube

Clube Português de Imprensa dá um passo há muito prometido ao concretizar este site. O projecto integra-se no elenco de iniciativas visando reforçar a visibilidade do CPI, uma Associação com um histórico de quase quatro décadas, cuja acta fundacional conta com nomes relevantes ligados ao jornalismo e às empresas de Comunicação Social, alguns já desaparecidos, mas que continuam na nossa memória colectiva.

1  2  3  4  5  6  
  
PESQUISA AVANÇADA
PESQUISAR POR DATA
PESQUISAR POR CATEGORIA
PESQUISAR POR PALAVRA-CHAVE

O Clube


Terminada a pausa de Agosto, este site do CPI  retoma a sua actividade e as  actualizações diárias, num contacto regular que faz parte da rotina de consulta dos nossos associados e parceiros, e que  tem vindo a atrair um confortável e crescente número de visitantes em Portugal e um pouco por todo o mundo, com relevo para os países lusófonos.

Sem prejuízo de  algumas alterações de estrutura funcional , o site continuará  acompanhar, a par e passo,  as iniciativas do Clube, bem como o  que de mais relevante  ocorrer no País e fora dele em matéria de jornalismo,  jornalistas e de liberdade de expressão.

Os media enfrentam uma situação complexa e, para muitos,  não se adivinha um desfecho airoso. 

O futuro dos media independentes está tingido de sombras.  E o das associações independentes de jornalistas – como é o caso do Clube Português de Imprensa – não se antevê, também, isento de dificuldades, que saberemos vencer, como vencemos outras ao longo de quase quatro décadas de história, que se completam este ano.

Desde a sua fundação, em 1980, o CPI viveu exclusivamente  com o apoio dos sócios, e de alguns mecenas que quiseram acompanhar os esforços do Clube,  identificado com uma sólida  profissão de fé em defesa do jornalismo e dos jornalistas.



ver mais >
Opinião
No final de 2016 a Newspaper Association Of America, que representava cerca de 2000 publicações nos Estados Unidos e no Canadá, anunciou a sua transformação em News Media Alliance, reflectindo a evolução do sector e passando a incorporar as diversas plataformas em que os grupos produtores de informação qualificada se desdobraram ao longo dos últimos anos, coexistindo o papel com os formatos digitais, mas também video,...
O acesso dos jornalistas da BBC às redes sociais pode vir a ser condicionado, segundo revelou o novo director geral do operador público inglês, Tim Davie. A decisão é polémica, mas haja quem lhe atire “a primeira pedra” ao argumentar , numa comissão parlamentar especializada, onde foi ouvido, que "se alguém é o rosto da BBC e entra em política partidária, não me parece que seja o lugar certo para...
Jornalistas: nem heróis nem vilões
Francisco Sarsfield Cabral
No  jornal “Público” de sábado,  J. Pacheco Pereira elogiou Vicente Jorge Silva porque “fez uma coisa rara entre nós – fez obra. Não tanto como jornalista, mas como criador no terreno da comunicação social”. E destacou o papel do jornal madeirense “Comércio do Funchal”, que, apesar da censura, conseguiu criticar o regime então vigente. Até ao 25 de Abril este jornal logrou,...
De acordo com Carlos Camponez , o «jornalismo de proximidade», porque realmente está mais próximo dos leitores da comunidade onde se integra, pode desempenhar um papel fundamental, «assumindo uma perspetiva de compromisso no incentivo à vida pública». Neste contexto, aquele investigador aponta para a ideia da criação de uma agenda do cidadão, o que, por sua vez, «obriga a que os media invistam em técnicas...
Acordaram para o incumprimento reiterado de alguns órgãos de informação em matéria deontológica? Só perceberam agora. Não deram pela cobertura dos casos Sócrates e companhia, não assistiram à novela Rosa Grilo? Perceberam finalmente que se pratica em Portugal, às vezes e em alguns casos senão mau, pelo menos péssimo jornalismo? Não estamos todos no mesmo saco. Não somos todos iguais....