Segunda-feira, 16 de Setembro, 2019

  

FAPE contra violência no México

Media Galeria

Após o assassinato do jornalista Nevith Condés Jaramillo, em Tejupilco a Federação de Associações de Jornalistas da Espanha (FAPE) assumiu e endossou a declaração da Federação de Jornalistas da América Latina e do Caribe (FEPALC), onde expressa consternação com o que consideram ser uma “política de extermínio de jornalistas no México”. Até Agosto, Já forma assassinados 13 jornalistas e comunicadores sociais, sem que nenhum dos responsáveis fosse levado à justiça, de acordo com a FAPE.

Plataforma “Salto” como resposta francesa à Netflix

Media Galeria

Com algumas condições para evitar abuso de posição dominante, a Salto, plataforma de streaming on line, foi autorizada a iniciar a actividade.

O projecto comum da France Télévisions, TF1 e M6, com um investimento de 5 milhões de euros para cada um dos três grupos para concorrer com a Netflix vai disponibilizar, a partir de 2020, “feeds” de canal ao vivo e um serviço de vídeo “on demand” , acessíveis através de um sistema de assinatura paga. Os subscritores do novo serviço terão acesso a documentários, séries, transmissões em streaming dos principais canais franceses e conteúdos exclusivos, por um valor entre 2 a 8 euros mensais.
Salto, terá de conquistar os assinantes num mercado gigantesco, tanto na oferta gratuita como na paga. Atualmente, a Netflix, tem mais de cinco milhões de assinantes em França e ultrapassou o Canal + que está a perder força.

“Facebook” pronto a pagar o tributo para indexar artigos

Media Galeria

O Facebook está de olho no modelo do Yahoo News. Pelo menos é o que se deduz da narrativa deMark Zuckerberg, que revelou estar a trabalhar numa secção da rede social dedicada às notícias.

A rede social abordou vários meios de comunicação nos EUA e oferece até 3 milhões de dólares para indexar artigos numa secção dedicada a notícias. De acordo com o Wall Street Journal, o Washington Post, a Bloomberg e a ABC News já reuniram com os representantes do Facebook.

APM adere à campanha a favor do “The Intercept Brazil”

Media Galeria

A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) lançou um apelo internacional para apoiar a redação do The Intercept Brazil, ao qual se juntaram as principais organizações brasileiras e internacionais de liberdade de expressão, entre as quais a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), a Associação de Imprensa de Madrid (APM) e a Federação de Associações de Jornalistas da Espanha (FAPE).
É um apoio expresso à redacção do jornal de pesquisa digital, The Intercept Brazil, alvo de uma campanha de intimidação e desestabilização desde 9 de junho passado, quando o jornal brasileiro “publicou o primeiro de uma série de reportagens nas quais revelou graves irregularidades na Lava Jato - investigação judicial que revelou um caso de corrupção, onde empresários e políticos estavam envolvidos".

Espanhóis ouvem mais rádio na Internet

Actualidade Galeria

No último ano, 46,2% dos internautas espanhóis ouviram a rádio pela Internet, segundo um estudo da Association for Media Research (AIMC), publicado por El Pais . O fenómeno é a tendência de ouvir os programas radiofónicos em diferido ou via podcast. Para ouvir o rádio pela Internet, os internautas preferem os smartphones à frente de laptops, desktops e tablets. Dos utilizadores da Internet 96% dizem ter um smartphone e 68%  dizem ter um sintonizador de FM, mas apenas 13% referem  que ouviram rádio.

O consumo de podcasts ou ouvintes diferidos aumentou para 30,2%, mais quatro pontos em relação ao ano anterior e quase dez em relação a 2017, a primeira vez que a AIMC fez esse estudo.

Jornalistas do "Expresso" aprovam novo Código de Conduta

Media Galeria

O Código de Conduta dos Jornalistas do Expresso, cuja primeira versão data de 2008, foi actualizado, nomeadamente nos seus Artigos 12º  (que se refere ao respeito pela privacidade de personalidades que sejam objecto de notícia)  e 26º (que trata do fenómeno novo das Redes Sociais).

Conforme é declarado no próprio Expresso, que aqui citamos, “por iniciativa da Direcção foi enviado um documento de trabalho ao Conselho de Redacção”:

“Este foi discutido ao longo de várias semanas em sucessivas reuniões, na sequência das quais foi elaborado um documento final com uma proposta que foi disponibilizada à redacção atempadamente para que a pudessem estudar e propor alterações. O documento foi depois amplamente discutido, alterado e votado em três sessões plenárias abertas a todos os elementos da redacção.”

"Canal 11" em emissão regular com mais futebol no ADN...

Media Galeria

Está em emissão contínua, desde as 11h.11 de quinta-feira, 1 de Agosto, o Canal 11, da Federação Portuguesa de Futebol, com Cristiano Ronaldo como “primeiro rosto”, tendo ao seu lado um convidado cujo nome fora reservado como surpresa.  
A transmissão partiu dos estúdios na Cidade do Futebol, em Oeiras, alargando-se a “directos” de outros pontos do País.

O novo canal é dirigido pelo jornalista Nuno Santos, que teve funções directivas na RTP e na SIC, e pode ser acedido pelas três operadoras, Meo, Nos e Vodafone  - mas a FPF sublinha que não será limitado aos ecrãs de televisão, estando também vocacionado para as redes sociais.

Para o primeiro dia de emissão foram programados, como eventos especiais, encontros com personalidades do futebol e do desporto em geral  - com destaque para uma conversa entre o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa e Fernando Santos, a partir de Belém;  a entrevista de Vítor Baía ao Presidente da FPF, Fernando Gomes;  e a transmissão em directo do sorteio da Liga BPI, o principal escalão do futebol feminino português.

Grupo Media Capital com gestão no "fio da navalha"

Media Galeria

A Media Capital encerrou o primeiro semestre de 2019 com lucros de 5,9 milhões de euros, passando para terreno positivo depois dos prejuízos do primeiro trimestre, mas registando uma queda de 44% em relação aos 10,5 milhões de euros do período homólogo em 2018.

A evolução negativa neste primeiro semestre deve-se a uma subida de 7% dos gastos operacionais, que chegaram aos 72,1 milhões de euros, incluindo os gastos de reestruturação, que dispararam 94%, para os 686 mil euros.

O desempenho financeiro da Media Capital traduz-se, assim, num EBITDA de 14,2 milhões de euros, que representa uma quebra de 27% em relação aos 19,4 milhões do semestre homólogo em 2018.

1  2  3  4  5  6  7  8  9  ... »
  
PESQUISA AVANÇADA
PESQUISAR POR DATA
PESQUISAR POR CATEGORIA
PESQUISAR POR PALAVRA-CHAVE

O Clube


Retomamos este site do Clube num ambiente depressivo para os media portugueses. Os dados da APCT  que inserimos noutro espaço, relativos ao primeiro semestre do ano, confirmam uma tendência decrescente da circulação impressa, afectando a quase totalidade dos jornais.

Pior: na maior parte dos casos a subscrição digital está longe de compensar essas perdas, havendo ainda situações em vias de um desfecho crítico.


ver mais >
Opinião
O chamado “jornalismo de causas “  voltou a estar na moda. E sobram os temas:  a “emergência climática”,   assumida por António Guterres enquanto secretário geral da ONU,  numa capa caricata da “Time”;  o “feito” de uma adolescente nórdica,   que atravessou o Atlântico num veleiro de luxo -  a pretexto de assim  reduzir o impacto ambiental -, para participar...
As limitações do nosso jornalismo
Francisco Sarsfield Cabral
J.-M. Nobre-Correia, professor emérito de Informação e Comunicação da Universidade Livre de Bruxelas, escreveu no “Público” um artigo bastante crítico da qualidade do actual jornalismo português. Em carta ao director, uma leitora deste jornal aplaudiu esse artigo, dizendo nomeadamente: “Os problemas, com que se defrontam no dia-a-dia os cidadãos, não são investigados, em detrimento de...
Uma das coisas em que a informação sobre o mercado publicitário português peca é na análise das contas que são ganhas pelas agências de meios aqui em Portugal. Volta e meia vejo notícias do género a marca X decidiu atribuir a sua conta de publicidade em Portugal à agência Y. Quando se vai a ver, o que aconteceu é que a marca internacional X decidiu num qualquer escritório em Londres, Paris ou Berlim,...