Segunda-feira, 16 de Dezembro, 2019

  

Informação da RTP chamada ao Parlamento

Nacional Galeria

Os deputados da comissão parlamentar de Cultura e Comunicação aprovaram, a 19 de Novembro, “por unanimidade”, audições da directora de informação e do presidente da RTP sobre o programa “Sexta às 9”, disse Ana Paula Vitorino, presidente daquela comissão, à Lusa. 

O grupo parlamentar do PSD tinha apresentado um requerimento para a realização de uma audição parlamentar à jornalista da RTP Sandra Felgueiras, à directora de informação da RTP, Maria Flor Pedroso, e ao presidente da RTP, Gonçalo Reis, sobre a decisão do alegado adiamento da transmissão de uma investigação sobre a concessão de exploração de lítio no concelho de Montalegre no programa, por parte da estação pública.

Autoridades no Irão bloqueiam acesso à internet

Media Galeria

O regime iraniano bloqueou quase todo o acesso à Internet como repressão contra os protestos que começaram a 15 de Novembro. 

A Federação Internacional de Jornalistas (IFJ) condenou o bloqueio do acesso à internet, que considera como uma tentativa de cortar as linhas de comunicação e silenciar a reportagem dos media sobre a situação enfrentada pelo país.

De acordo com a Netblocks, um observatório de bloqueios de Internet, a inibição teve início às 18h45 do sábado, dia 16, apenas 24 horas após os protestos contra o aumento dos preços da gasolina espalhados pelo país.

"A decisão de desligar a internet por pelo menos 24 horas foi iniciada pelo Conselho Superior de Segurança e transmitida a todos os operadores do país", informou a agência de notícias IRNA do Irão.

Morreu o jornalista Luís de Barros antigo director do DN com Saramago

Media Galeria

O jornalista Luís de Barros morreu aos 78 anos. Frequentou a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e iniciou a sua actividade jornalística em 1968, no jornal A Capital.

Durante a sua longa carreira, foi subchefe de redacção do Expresso,director do Diário de Notícias – durante o PREC, no período conturbado muito condicionado  por José Saramago  –, chefe de redacção de  O Diário, da agência Novosti e editor do Diário Económico.

Luís de Barros desempenhou, também, o cargo de presidente do Sindicato dos Jornalistas, em 1973 e 1974, e foi Subsecretário de Estado da Comunicação Social nos II e III Governos provisórios.

RSF lança campanha a favor da importância dos media

Media Galeria

Os Repórteres Sem Fronteiras (RSF) lançaram uma campanha com o objectivo de consciencializar o público da importância dos media.

Trata-se de um vídeo irónico,  composto por imagens comoventes de líderes mundiais (Síria, Coreia do Norte, Turquia, EUA, Arrábia Saudita, China e Brasil), alertando no site que "sem jornalismo independente" estas "seriam as notícias", basicamente seriam "pura propaganda". 

O anúncio foi produzido em sete línguas e será transmitido nos canais de televisão franceses e noutros países até 31 de dezembro. A organização conta com a "generosidade do público" para poder continuar com o seu trabalho em todo mundo.

Fundador do Wikipédia lança rede social focada em notícias

Redes Sociais Galeria

Jimmy Wales, o fundador da Wikipedia, lançou uma nova rede social chamada WT:Social, focada em notícias, isenta de anúncios ou  abuso de dados.

A rede destina-se a concorrer com o Facebook e o Twitter.

site apresenta um modelo colaborativo, sem anúncios publicitários e financiado por doadores individuais, para garantir que a privacidade dos utilizadores seja protegida.

Segundo o seu fundador, esta rede tem como objectivo ajudar a combater as notícias falsas e criar um modelo que a evolução do WikiTribune seja uma plataforma, onde os jornalistas profissionais criam artigos e voluntários trabalham em colaboração na respectiva revisão e confirmação de factos.

A WT:Social também irá exibir notícias recentes em primeiro lugar. Ao contrário do Facebook ou do Twitter, que mostram primeiro as publicações com mais comentários e likes.

A plataforma já tem mais de mil utilizadores, desde o seu lançamento no mês passado, disse Wales ao The Financial Times

“O modelo de negócio das empresas de redes sociais, de puros anúncios, é problemático. O que acontece é que o grande vencedor é o conteúdo de baixa qualidade”, referiu.

A história de “Storyful” que começou como agregador de conteúdos…

Media Galeria

Storyful é uma unidade de reportagem de investigação de redes sociais, fundada em 2010, por Mark Little, um ex-jornalista da Raidió Teilifís Éireann (RTÉ) News (Radio-Television of Ireland).

startup foi lançada como a primeira “newswire” de redes sociais, um agregador de conteúdos, que verificava fontes de notícias e conteúdo online

A empresa procurava verificar informações que circulavam online, identificando eventos que estavam ainda em fase inicial.

De acordo com o NiemanLab, a Storyful tinha uma reputação de agregação de conteúdo como uma agência de notícias sociais – identificava, verificava, distribuía e comercializava conteúdos gerados pelos utilizadores, redes sociais e outros conteúdos online.

Em 2013, a Storyful foi adquirida pela News Corp, de Rupert Murdoch, por 25 milhões de dólares.

Depois de Murdoch adquirir a empresa, de 2014 até fevereiro de 2018, esta expandiu-se globalmente, com uma equipa de cerca de 200 colaboradores em todo o mundo.

A empresa cresceu e já não trabalha apenas com redacções, tendo alargado o seu core business também a marcas. Dedicam-se a verificar vídeos gerados por utilizadores, a ajudar empresas a lidar com informações falsas e, ainda, a treinar jornalistas.

Actualmente, a Storyful tem expandido o seu papel no jornalismo e as suas capacidades investigativas, desenvolvendo análises de notícias de última hora, análises profundas (de comunidades, contas e publicações, para ver como as informações se espalham e as histórias evoluem) e mapeamentos de rede (análise de pessoas e grupos que dirigem conversas online e as relações entre esses grupos).

RSF lança livro-álbum de homenagem a Jean-Paul Goude

Livros Galeria

"Jean-Paul Goude:100 Imagens de para a Liberdade de Imprensa" é o título do novo livro editado pela Repórteres sem Fronteiras (RSF), uma publicação que nos aproxima do trabalho de "um artista multifacetado e único", segundo um comunicado à imprensa citado pela APM, com a qual o CPI mantém um acordo de parceria.

Com a publicação do álbum dedicado à longa carreira de Goude, a RSF presta homenagem a "um dos criadores mais influentes do nosso tempo".

 O álbum cobre meio século de carreira do artista, que com "seu estilo gráfico e narrativa única marcou fortemente a nossa imaginação e a nossa visão".

Está à venda desde 6 de Novembro em numerosas livrarias em Espanha e noutros países europeus. O livro inclui, ainda, uma reportagem sobre a confiança nos media.

"WAN-IFRA" atribuí prémios a "media" latino-americanos

Media Galeria

A Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias (WAN-IFRA) atribuiu vários galardões durante a Conferência Digital Media LATAM Awards 2019, que decorreu, recentemente, no Rio de Janeiro.

Os prémios distinguiram várias empresas de media e entidades afiliadas no sector de notícias, da Argentina, Brasil, Peru e Colômbia, que adoptaram estratégias de media digital e móvel para dar resposta às alterações de consumo de notícias.

O jornal La Nación da Argentina foi o meio de comunicação que venceu em mais categorias, incluindo o Prémio do Júri para o Melhor Projecto de Jornalismo Digital com "Los cuadernos de las coimas" – que detalha a alegada corrupção do governo.

1  2  3  4  5  6  7  8  9  ... »
  
PESQUISA AVANÇADA
PESQUISAR POR DATA
PESQUISAR POR CATEGORIA
PESQUISAR POR PALAVRA-CHAVE

O Clube

Este site do Clube, lançado em Novembro de 2016, e com  actividade regular desde então, tem-se afirmado tanto como roteiro do que acontece de novo na paisagem mediática, como ainda no aprofundamento do debate sobre as questões mais relevantes do jornalismo, além do acompanhamento e divulgação das iniciativas do CPI.

O resultado deste esforço tem sido notório, com a fixação de um crescente número de visitantes, oriundos de uma alargada panóplia de países, com relevo para os de língua portuguesa, facto que é muito estimulante e encorajador. 


ver mais >
Opinião
Apoiar a comunicação social
Francisco Sarsfield Cabral
O Presidente da República voltou a falar na necessidade de o Estado tomar medidas de apoio à comunicação social. Marcelo Rebelo de Sousa discursava na apresentação de um programa do “Público” para dar a estudantes universitários acesso gratuito a assinaturas daquele jornal, com o apoio de entidades privadas que pagam metade dos custos envolvidos. O Presidente entende, e bem, que o Estado tem responsabilidades neste campo e...
A “tabloidizacão” dos media portugueses parece imparável, com as televisões na dianteira, privadas e pública, sejam os canais generalistas ou temáticos. A obsessão pelos “casos” que puxem ao drama, ao pasmo ou à lágrima, tomou conta dos telejornais e da Imprensa. A frenética disputa das audiências nas TVs e a queda continuada das vendas nos jornais são, normalmente, apontadas...
Ainda a nova legislatura não começou e já surgiu o primeiro caso político em torno da RTP. Infelizmente foi causado pelo comportamento recente da Direcção de Informação da estação em relação a um dos programas dessa área com maior audiência, o “Sexta às 9”, de Sandra Felgueiras, que regularmente apresenta investigações sobre casos da actualidade nacional.   O...