Quinta-feira, 22 de Outubro, 2020
Breves

Jornalismo ambiental

A Fundação Gabo está a promover, juntamente com o Grupo ISA e com o Instituto Pulitzer, uma série de “webinars” sobre jornalismo ambiental.

O último “workshop” -- sobre a protecção das populações de territórios afectados pelas alterações climáticas --  decorrerá em 29 de Setembro, em língua espanhola ou inglesa.

Aqueles que desejarem assistir a este “webinar” deverão fazê-lo através do “site” da Fundação Gabo.


Connosco
Faleceu Helena Marques jornalista e escritora premiada Ver galeria

Morreu, aos 85 anos, a jornalista e escritora Helena Marques, antiga directora-adjunta do “Diário de Notícias”, sendo director Dinis de Abreu.

Helena Marques começou o seu percurso no jornalismo no “Diário de Notícias do Funchal”. Destacou-se, depois, no “Diário de Notícias”, onde foi a primeira mulher a exercer funções de chefe de redacção e directora-adjunta. Durante a sua carreira, passou, ainda, pelos jornais  “A Capital”, “República” e “A Luta”.

Em 1992, com 56 anos, fez a sua estreia como escritora, com o Romance “O Último Cais”, um livro aclamado, que lhe valeu vários prémios.

Em entrevista à Agência Lusa, a autora revelou, a certa altura, que, no processo, teve de libertar-se da escrita jornalística, para encontrar a sua voz literária, que precisava de tempo, silêncio e dedicação exclusiva. Foi, no entanto, o jornalismo que a ensinou a "olhar, a não ter preconceitos e a tentar entender os outros".

Dois anos depois, lançou o romance "A Deusa Sentada" (1994), a que se seguiram "Terceiras Pessoas" (1998) e "Os Íbis Vermelhos da Guiana" (2002).

Em 2007, publicou o conjunto de contos "Ilhas Contadas" e, três anos depois, em 2010, editou o seu último livro, "O Bazar Alemão". 


A influência dos jornais locais na vigilância de pandemias Ver galeria

O combate à pandemia da Covid-19 teria sido mais rápido e eficaz, caso as autoridades médicas tivessem contado com o apoio de uma rede de jornalismo local e hiperlocal. 

Esta é a conclusão de dois textos publicados, em Outubro, por  influentes publicações académicas norte-americanas  -- a ‘newsletter’ do Journalism Crisis Project e o “blog” da Brookings Institution de Washington --,  e citados por Carlos Castilho, num artigo publicado no “Observatório da Imprensa”, associação com a qual o CPI mantém um acordo de parceria.

Como ressalvou Castilho, ambos os artigos defendem que o fortalecimento do jornalismo local teria permitido a detecção de qualquer novo surto epidémico, com uma antecedência muito maior do que a registada com o Coronavírus. 

Esta convicção já havia sido verificada, em 2011, pelo Hospital de Boston, que apontou a necessidade de uma vigilância epidemiológica informal, através do jornalismo local.

Isto porque, na era digital, os fluxos de informação nascem na base social e chegam aos Governos através de publicações comunitárias. Contudo, a crise neste tipo de imprensa, causou um bloqueio no processo, prejudicando os cidadãos. 


O Clube


Terminada a pausa de Agosto, este site do CPI  retoma a sua actividade e as  actualizações diárias, num contacto regular que faz parte da rotina de consulta dos nossos associados e parceiros, e que  tem vindo a atrair um confortável e crescente número de visitantes em Portugal e um pouco por todo o mundo, com relevo para os países lusófonos.

Sem prejuízo de  algumas alterações de estrutura funcional , o site continuará  acompanhar, a par e passo,  as iniciativas do Clube, bem como o  que de mais relevante  ocorrer no País e fora dele em matéria de jornalismo,  jornalistas e de liberdade de expressão.

Os media enfrentam uma situação complexa e, para muitos,  não se adivinha um desfecho airoso. 

O futuro dos media independentes está tingido de sombras.  E o das associações independentes de jornalistas – como é o caso do Clube Português de Imprensa – não se antevê, também, isento de dificuldades, que saberemos vencer, como vencemos outras ao longo de quase quatro décadas de história, que se completam este ano.

Desde a sua fundação, em 1980, o CPI viveu exclusivamente  com o apoio dos sócios, e de alguns mecenas que quiseram acompanhar os esforços do Clube,  identificado com uma sólida  profissão de fé em defesa do jornalismo e dos jornalistas.



ver mais >
Opinião
No final de 2016 a Newspaper Association Of America, que representava cerca de 2000 publicações nos Estados Unidos e no Canadá, anunciou a sua transformação em News Media Alliance, reflectindo a evolução do sector e passando a incorporar as diversas plataformas em que os grupos produtores de informação qualificada se desdobraram ao longo dos últimos anos, coexistindo o papel com os formatos digitais, mas também video,...
O acesso dos jornalistas da BBC às redes sociais pode vir a ser condicionado, segundo revelou o novo director geral do operador público inglês, Tim Davie. A decisão é polémica, mas haja quem lhe atire “a primeira pedra” ao argumentar , numa comissão parlamentar especializada, onde foi ouvido, que "se alguém é o rosto da BBC e entra em política partidária, não me parece que seja o lugar certo para...
Jornalistas: nem heróis nem vilões
Francisco Sarsfield Cabral
No  jornal “Público” de sábado,  J. Pacheco Pereira elogiou Vicente Jorge Silva porque “fez uma coisa rara entre nós – fez obra. Não tanto como jornalista, mas como criador no terreno da comunicação social”. E destacou o papel do jornal madeirense “Comércio do Funchal”, que, apesar da censura, conseguiu criticar o regime então vigente. Até ao 25 de Abril este jornal logrou,...
De acordo com Carlos Camponez , o «jornalismo de proximidade», porque realmente está mais próximo dos leitores da comunidade onde se integra, pode desempenhar um papel fundamental, «assumindo uma perspetiva de compromisso no incentivo à vida pública». Neste contexto, aquele investigador aponta para a ideia da criação de uma agenda do cidadão, o que, por sua vez, «obriga a que os media invistam em técnicas...
Acordaram para o incumprimento reiterado de alguns órgãos de informação em matéria deontológica? Só perceberam agora. Não deram pela cobertura dos casos Sócrates e companhia, não assistiram à novela Rosa Grilo? Perceberam finalmente que se pratica em Portugal, às vezes e em alguns casos senão mau, pelo menos péssimo jornalismo? Não estamos todos no mesmo saco. Não somos todos iguais....
Agenda
26
Out
Conferência Africana de Jornalismo de Investigação
09:00 @ África do Sul - Joanesburgo
26
Out
Criação de "Podcasts"
09:00 @ Cenjor
28
Out
Soluções de "storytelling" para um jornalismo melhor
13:00 @ Sessões "online" Reuters Institute
10
Nov
Digital Media Europe 2020
10:00 @ Áustria - Viena
11
Nov
O valor e o futuro dos "media" públicos
13:00 @ Sessões "online" Reuters Institute